Comemoração

O significado de Bodas de Papel

O significado de Bodas de Papel é comemorar o aniversário de um casamento. Certamente, você já ouviu falar em grandes festas nas Bodas de Prata (25 anos) ou Bodas de Ouro (50 anos). Mas o fato é que a moda chegou para todos até para aqueles casais que estão juntos por apenas 24 meses.

As bodas devem ser sempre faladas no plural, mesmo sendo só uma. Isso porque ela significa votos. Segundo o dicionário on-line de sinônimos, bodas também significam “casamento, himeneu, núpcias, união e tálamo”. Confira neste artigo todo o significado por traz da escolha desse material para representar o primeira aniversário de casamento.

Bodas de papel: quantos anos?

Essa é uma pergunta comum, pois são tantos tipos de bodas que as pessoas ficam na dúvida. As Bodas de Papel são celebradas quando o casal completa 1 ano de casamento.

Casal feliz
Assim como o papel, 1 ano de casamento é frágil, flexível e leve (Foto: depositphotos)

Essa data marca a união no papel ou no religioso do casal que decidiu conviver junto. Por isso, já virou uma certa tradição a comemoração desse período. E o que até bem pouco tempo era pouco divulgado, agora já fez parte do cotidiano.

Isso tudo graças às redes sociais, pois muitos casais celebram as Bodas de Papel e as expõe na internet. Por isso, é comum as pessoas tomarem conhecimento desse tipo de comemoração.

Por que a escolha do papel?

A lista de materiais é enorme para representar as bodas: ouro, prata, diamante, ferro, lata, zinco, pérola, rubi, platina, cristal, etc. E todos eles têm uma justificativa para relacionar-se com a quantidade de tempo em que o casal está dividindo a vida.

No caso da comemoração de 1 ano de casamento, a escolha foi o papel. Esse material tem tudo a ver com o período da comemoração. Ele é produzido através de uma árvore, quando retira-se a celulose, principal matéria-prima desse material.

Segundo o site da Organização Recicloteca, 95% do papel produzido no Brasil é feito de tronco de árvores cultivadas para esse fim. No nosso país, é o eucalipto a espécie mais utilizada para a fabricação do papel e são as fibras que o formam e o tornam poroso.

Mas para entender realmente a relação entre papel e 1 ano de casamento, é preciso compreender as características desse material. Confira a seguir os principais aspectos que fazem do papel o símbolo perfeito para a comemoração do primeiro ano vivendo à dois.

Fragilidade

Não há dúvidas que a primeira característica que remete ao papel é sua fragilidade enquanto material. O papel é fácil de ser rasgado ou de ser dissolvido em água, por exemplo. Certamente, é um material bem frágil que não aguenta tanto repuxo ou manuseio inadequado.

Assim também é o primeiro ano de casamento. É um período delicado de adaptações que não tem muita resistência para suportar muitos problemas, dificuldades ou conflitos. Qualquer movimento mais brusco pode acabar rompendo esse relacionamento.

Flexibilidade

Ao mesmo tempo que o papel é frágil, ele é um material muito flexível. Por isso, é empregado em guardanapos, produtos de higiene, toalhas, livros entre outros. E essa é uma das melhores características do papel: sua adaptação a diferentes formatos e manuseio.

Os 24 meses de união também refletem características como essa. É primordial que o casamento seja flexível e que ambos saibam ceder e aceitar as mudanças de rotina com a qual estavam acostumados na época de solteiros.

Leve

Nada melhor que o frescor dos primeiros anos de casados! A paixão e o amor são evidentes e há momentos realmente bons entre o casal. E o papel tem essa característica: ele é leve e serve para muitos fins.

O amor, quando bem vivido, deixa a vida do par mais leve, divertida e sem tantos aborrecimentos.

Raro

Não que o papel seja algo raro. É fácil encontrá-lo em cada lugar que você vai. Porém, devido à falta de consciência ambiental, não entendemos que o papel vem da natureza, que é algo bem raro e precisa ser preservado.

Embora a maior parte do papel seja produzida com árvores específicas para esse fim, ou seja, não há desmatamento para fazer o papel, exceto daquelas áreas já destinadas para essa finalidade, não há como negar que a exploração dos recursos naturais é alta para poder fabricar o papel.

Logo, entendemos também que o aniversário de um ano de casamento é algo raro, digno de comemoração. Afinal, muito foi sacrificado pela união. Geralmente, os parceiros deixaram suas casas, famílias, hábitos e vidas de solteiros para conviver com uma única pessoa. É uma decisão nobre e deve ser valorizada.

Vale a pena celebrar as bodas de papel?

Sim. A palavra bodas vem do latim “votas” que significa promessa. Ou seja, os votos matrimoniais, as promessas feitas pelo casal. Assim sendo, as bodas de papel precisam de uma comemoração para reavivar aquilo que foi prometido no dia do casamento.

Além de ser uma ótima desculpa para celebrar o amor.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *